Cirurgia Ortognática

Cirurgia Ortognática

Cirurgia Ortognática é uma cirurgia que visa o correto posicionamento dos ossos da face. Indicado para o paciente que tenha alguma deformidade dentofacial, ou seja, que possui alguma alteração da oclusão (mordida) e que o ortodontista não consegue resolver somente com o aparelho ortodôntico. É considerado um procedimento estético-funcional, ou seja, corrigindo a função que no caso é o estabelecimento de uma correta oclusão, o paciente ganha muito na estética facial.

 

INDICAÇÃO: indicado para pacientes adultos ou em fase final de crescimento e que seja portador das deformidades dentofaciais:

  • Deficiência mandibular comumente chamada de de Classe II
  • Deficiência Maxilar comumente chamada de Classe III por deficiência maxilar
  • Excesso Mandibular comumente chamado de prognatismo ou Classe III por excesso mandibular
  • Face Longa – quando as medidas verticais da face são maiores que as horizontais
  • Face Curta – quando as medidas horizontais face são maiores que as verticais
  • Assimetrias – quando um lado da face é maior que o outro
  • Deficiência Transversal Maxilar – quando paciente apresenta mordida cruzada

 

CONTRA-INDICAÇÃO: Somente se o paciente tiver alguma alteração sistêmica do ponto vista médico que impeça a realização de uma cirurgia ortopédica, alguma displasia óssea, doença hematológica, ou alguma síndrome que impossibilite o cognitivo para que o paciente possa suportar o pós-operatório; ou seja, para a cirurgia ortognática  ser contra-indicada deve haver alguma alteração na condição clínica geral do paciente como por exemplo problemas cardíacos graves.

PREPARO PARA A CIRURGIA ORTOGNATICA: Geralmente o paciente vem até ao consultório indicado pelo ortodontista, este profissional faz o diagnóstico, indicando a necessidade do tratamento ortodôntico com auxílio da cirurgia ortognática. Em média o paciente fica 12 meses em preparo ortodôntico pré-cirúrgico, faz a cirurgia ortognática,  e após 2 a 3 meses de acompanhamento pós-cirúrgico, liberamos o paciente para terminar o tratamento ortodôntico, a fase de finalização ortodôntica dura em média 6 meses. Muito importante neste período pré-operatório (antes da cirurgia propriamente dita) que o paciente faça avaliação com o Fisioterapeuta e com Nutricionista para viabilizarmos todas as condutas para o pós-operatório.

ANESTESIA –   por ser um procedimento de alta complexidade e que dura em média de 4 à 5 horas, a cirurgia ortognática é um procedimento realizado em ambiente hospitalar sob anestesia geral.

PÓS-OPERATÓRIO:  O acompanhamento de pós-operatório é em média de 2 a 3 meses, de forma mais intensa, com algumas restrições alimentares. Geralmente imediatamente após a cirurgia,  entramos com uma dieta liquida por 10 dias, após avaliação clínica liberamos para dieta pastosa, por cerca de 60 dias e após esse período introduzimos uma dieta branda com alimentos de consistência bem macia para introdução de uma mastigação de forma mais funcional, por isso é necessário o acompanhamento de outros profissionais como nutricionista para realizar o correto balanceamento do cardápio e fisioterapeuta para realizar toda a fisioterapia pós-operatória a fim de garantir a recuperação mais rápida do paciente. O pós-operatório realmente é longo porém os resultados valem a pena. É de extrema importância seguir todo protocolo pós-operatório para que o paciente possa ter uma recuperação adequada e alcançarmos os resultados planejados

Entre em contato pelo Whatsapp no botão abaixo!

Se ainda tem alguma dúvida sobre cirurgia ortognática, o dr. Wellington pode esclarecer para você. Clique no botão abaixo e fale conosco pelo Whatsapp 

Adicionar Comentário